terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

0

[…] Porque amar sozinho é solitário demais, abandono demais, e você está nessa vida para evoluir, mas não para sofrer. Hoje eu acordei sem ter quem amar, mas aí eu olhei no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode realmente me fazer feliz. — Caio Fernando Abreu. 
“Espero que entendam o real motivo dos meus silêncios, que decifrem aquele riso meio forçado, que compreendam o que quer dizer a Desviada Brusca De Olhar (se eu desvio o olhar em seguida, aí tem, vai por mim!) ou a vontade de sair correndo.”
— Clarissa Corrêa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário