terça-feira, 24 de janeiro de 2012

0

Tenho que gostar de quem gosta de mim. Me importar com quem se importa comigo. Agora vou usar a tática da retribuição — se você for bom comigo, serei contigo. Se for ruim, de tal forma serei. Talvez isso soe injusto para alguns, mas é assim que as coisas precisam funcionar. Chega de ser feita de trouxa, de querer sempre o bem dos outros e receber em troca apenas ingratidão. Nem um “obrigada” as pessoas me dão. Então porque eu devo ser tão boa? Cansei. […] Não vou me tornar uma pessoa grossa e arrogante. Serei boa com as pessoas que também são boas comigo. Mas farei com o que os ingratos provem do próprio veneno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário