quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

0

Não olhe pra tras



Nem tudo é como você quer

Nem tudo pode ser perfeito
Pode ser fácil se você                      
Ver o mundo de outro jeito

Se o que é errado ficou certo 
As coisas são como elas são
Se a inteligência ficou cega
De tanta informação

Se não faz sentido, discorde comigo
Não é nada demais, são águas passadas
Escolha uma estrada
E não olhe, não olhe prá trás

Você quer encontrar a solução
Sem ter nenhum problema
Insistir em se preocupar demais
Cada escolha é um dilema

Como sempre estou
Mais do seu lado que você
Siga em frente em linha reta
E não procure o que perder

Se não faz sentido, discorde comigo
Não é nada demais, são águas passadas
Escolha uma estrada
E não olhe, não olhe prá trás

(CAPITAL INICIAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário