sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

0

Memories



Folhas amassadas no canto
Palavras espalhadas ao chão.
Dedos sujos de tinta...
Numa noite aparentemente normal
Em meio a tantas anotações
A única diferença aqui sou eu!
Mente vazia... Cansaço... Sono.
É o dia foi cheio.
Mas meu desejo agora não é dormir.
Hoje nada de querer mudar o mundo
Nada de contar problemas acumulados.
Não quero dores de cabeça.
Entre cadernos e folhagens
Revirando as anotações antigas

Diários... Segredos amassados... Escondidos
Dali se ouve uma risada.

Nossa, quem é essa figura.
Que escrevia coisas que não conhecia.
Relatava momentos simples 
Sem importância.
Como a primeira dança na chuva
Olha só! Há uma assinatura e uma foto.
Sim. Esta era eu, quero dizer, SOU EU!
Mas quanta coisa mudou.
O tempo passou e levou com ele parte daquela garotinha.
É nostálgico saber que boa parte, a melhor parte com certeza, 
Foi esquecida.
Coisas que hoje são tão sem valor.
Antes eram como grandes acontecimentos.
Sonhos deixados pelo caminho.
Ate os amigos que antes juravam me seguir pela vida toda,
Perdi com o tempo.
Mas viver é isso.. Aprendemos com essas etapas
Mas não precisamos esquecer cada detalhe delas.
Pois são estes simples momentos que vão definir 
O que somos e o que seremos no futuro!



Por: Indiane Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário